Qualidade de Vida

Vai nos garantir uma qualidade de vida longa e especialmente com saúde física e mental

qualidade de vida

A qualidade de vida implica não somente na ausência de doenças, mas num dia-a-dia repleto de paz, saúde, orações, trabalho. Para isso é de vital importância controlar o estresse, as tensões, a ansiedade, os medos, as angustias.

É um despertar onde predomina a vontade de viver; uma ligação plena com nossos familiares; um trabalho agradável que nos traz satisfação pelo que estamos produzindo; as amizades sinceras.

Ou seja, implica num equilíbrio total de bem estar do corpo e mente saudável; alimentação equilibrada; exercício físico frequente; controle do peso; e controle das emoções.

Qualidade de vida

Qualidade de vida: prevenção, longevidade e genética

Em estudos realizados por cientistas da University Of Texas Southwestern Medical Center, nos Estados Unidos, foi isolado o gene relacionado ao envelhecimento, ao qual foi dado um nome mitológico grego, como Átropos, Laquesis e Cloto, que determinavam o destino dos homens, fabricando e cortando o fio que representa nossa própria vida.

Os cientistas americanos observaram que esse gene mantinha jovens várias linhagens de animais de laboratórios submetidos à alta oxidação por radicais livres, que são os responsáveis diretos por nosso envelhecimento. Ou seja, seria como se um homem ou mulher de 80 anos pudesse de um dia para o outro transformar-se num homem ou mulher com 30 ou 40 anos.

Abrindo enormes possibilidades para um melhor conhecimento e aplicação da genética, não só retardando o envelhecimento, mas, principalmente, prevenindo e tratando doenças crônicas e incapacitantes, tais como os mais de 100 tipos de demências, em que se destacam a doença de Alzheimer; a doença de Parkinson; e também as patologias cardiovasculares; as depressões; as doenças autoimunes (reumatismos), dentre outras.

Na realidade o que mais me chamou a atenção neste estudo foi a referência à oxidação e aos radicais livres como grandes causadores dessas patologias. Tem-se hoje uma quantidade imensa de antioxidantes (minerais; vitaminas; enzimas; coenzimas; etc.), em que podemos utilizá-los desde já, até que a ciência nos mostre um caminho talvez mais fácil, mais prático e mais acessível a todos na busca por uma vida mais longa e com mais qualidade.

Obviamente que só os antioxidantes não nos garantem todos esses benefícios. Mas aliados a um estilo de vida saudável; a uma alimentação equilibrada; ao exercício físico regular e constante, ao controle do que talvez seja o maior mal deste século, o estresse, garantiremos a nós e à nossa descendência a probabilidade de uma vida com mais alegria; disposição; cultura e conhecimento.

Consulte o seu médico a respeito disso tudo! Não espere!

Observação: um estudo publicado pela Universidade Federal de São Paulo prova que usar maconha antes dos 15 anos de idade reduz a memória do usuário em sua vida adulta em até 30%.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Solve : *
1 × 21 =