Nutrição durante a Gestação

Nutrientes, vitaminas, minerais, aminoácidos e outros cuidados durante a gestação

Para uma perfeita gestação é indispensável inúmeros cuidados, que podemos destacar: uma alimentação saudável; um sono reparador; um cuidado extremo com o humor e com as funções intestinais e digestivas; e não descuidar do controle do peso. À parte esses primeiros cuidados, nós, médicos, temos procurado orientar as futuras gestantes e seus esposos em relação a alguns exames bioquímicos e outros cuidados básicos que passamos a relatar:

  • Um dos primeiros exames que solicitamos à gestante é a dosagem da homocisteína, um microaminoácido que, quando em excesso, é responsável por 35% a 45% das hipertensões da gestante. Seu controle quando necessário é muito simples.
  • Outro tema a ser lembrado nas gestações é o cuidado com possíveis anemias, sempre lembrando que podemos desenvolvê-las não somente por falta do mineral ferro, mas também por falta de vitamina B-12, do acido fólico, hemorragias ocultas etc. Então, sempre dosar a ferritina, o ferro sérico e, após isso, se for o caso, repor o mineral ferro, também é muito importante a dosagem da ceruloplasmina, que nos fala sobre o mineral cobre, sendo este parte importante de uma das mais poderosas enzimas antioxidantes: a superóxido dismutase (sod), vital na manutenção da saúde, na prevenção de inúmeras patologias e do envelhecimento. Na gestação é em grande parte produzida pela placenta, mas no pós-parto ocorre uma diminuição natural dessa enzima e, consequentemente, dos níveis do mineral cobre, as depressões pós-parto, algumas psicoses etc.
  • Damos muita importância também à detecção de possíveis alergias e/ou intolerâncias especialmente alimentares, como a intolerância à lactose (cada vez mais comum em nosso meio), a intolerância a determinados cereais, corantes, saborizantes, enlatados, alimentos contaminados por metais pesados etc., pois, no caso de uma alergia e/ou intolerância presente, com a gestante desconhecendo-a ou não dando a devida importância a isso, poderá haver uma agressão enorme às paredes intestinais, com a consequente alteração em sua permeabilidade, dificultando o ingresso dos nutrientes naquele organismo e dificultando a eliminação das toxinas e outros detritos, resultando em agressões à gestante e ao bebê.
  • Não podemos esquecer de outras preocupações básicas, como o perigo representado pela ingestão de bebidas alcoólicas, mesmo que em pequenas quantidades, ou como o uso do cigarro e outros tóxicos lícitos ou ilícitos.
  • Também não podemos nos esquecer de avaliar a saúde do futuro pai, pois é suficiente o uso de poucos cigarros ao dia para que ocorra uma diminuição significativa no número dos espermatozoides, em sua mobilidade, qualidade e capacidade de fecundar.
  • Não podemos esquecer também que a vitamina C e o aminoácido arginina são de extrema importância para a funcionalidade dos espermatozoides, que podem ser afetados pela presença de outros metais pesados, como o cádmio e o níquel presentes nos cigarros e em tintas, fumaça de madeira, verniz e em algumas bebidas e alimentos industrializados. Ou seja, tanto o futuro pai como a futura mãe deverão estar plenamente conscientes de seus papéis como progenitores, especialmente num equilíbrio físico, psíquico e nutricional.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Solve : *
8 × 3 =